Parque Natural Peneda-Geres

Destino Nacional... verde.

Na falta de passeios nestes últimos meses dou por mim à procura de destinos que gostaria de visitar a médio prazo. Já lá vão uns valentes anos desde que não vou ao Norte de Portugal, principalmente à zona do Parque Natural Peneda-Gerês.

 

Sim, não se têm proporcionado estes passeios (nunca menos de 3 dias disponíveis), e os poucos dias que vou conseguindo para o mototurismo, ou vou para Espanha ou ando por aqui a descobrir a Capital e arredores.

 

 

É pois com certa tristeza que não tenho viajado com a regularidade pretendida, mas quero acreditar que daqui a uns meses retorno à actividade regular e salutar que é viajar de moto. Até lá, e voltando a este tópico, falo aqui neste Parque Natural, um dos mais belos que temos em Portugal e que me desperta os sentidos e vontade de lá ir.

Fundado na década de 70, o Parque Natural Peneda-Gerês é a única área protegida nacional que possui a categoria de Parque Nacional, o nível mais elevado de classificação das áreas protegidas, sendo também o primeiro e único PAN Park (World Wildlife Fund) ibérico.

 

A área total é de  cerca de 72.000 hectares englobando as Serras do Gerês, Peneda e Amarela. Com cotas que ultrapassam os 1500 metros estende-se pelas agrestes montanhas que separam o Minho de Trás-os-Montes e Portugal da Galiza.

 

Um dos maiores encantos deste parque é a sua diversidade. É como se aqui existissem não um mas vários parques, tão diferentes são as paisagens e sensações sentidas por quem o visita. Por estas montanhas, entre outros motivos de interesse, encontramos  glaciares, flora e fauna únicas, velhos castros, monumentos pré-históricos, paisagens deslumbrantes, marcos miliários a via romana e um povo afável e simpático.

 

p
u
b

 

Existem  9 percursos oficiais aproveitarmos bem os dias e ficar a conhecer bem a região:

1º Arcos de Valdevez, Mezio, Lamas de Mouro, Castro Laboreiro

Principais pontos de interesse:

  • Centro de interpretação de Lamas de Mouro
  • Castelo de Castro Laboreiro
  • Trilho interpretativo de Castro Laboreiro
  • Planalto de Castro Laboreiro
  • Brandas e inverneiras
  • Pontes medievais
  • Portela do Lagarto
  • Turfeiras activas
  • Florestas de carvalho negral e sistemas de lameiros
  • Raça local de cão pastor

2º Arcos de Valdevez, Mezio, Adrão, Srª da Peneda, Várzea, Paradela, Cunhas, Soajo

Principais pontos de interesse:

  • Centro de interpretação do Mezio
  • Trilho interpretativo do Mezio
  • Antas e mamoas do Mezio
  • Aldeia de Adrão e exemplo de agricultura em socalcos
  • Branda de Bordença (Adrão)
  • Santuário da Srª da Peneda
  • Espigueiros (séc. XVIII-XIX) e eira comunitária de Soajo
  • Pelourinho e centro histórico do Soajo

3º Ponte da Barca, Lindoso

4º Ponte da Barca, Lindoso, Entre Ambos-os-Rios, Ermida

5º Ponte da Barca, Lindoso, Entre-Ambos-os-Rios, Germil

Principais pontos de interesse:

  • Castelo do Lindoso
  • Espigueiros e eira comunitária do Lindoso
  • Bouça do Colado (gravuras ruprestes da Idade do Bronze)
  • Antas e mamoas de Mosteirô e Britelo
  • Branda de Bilhares - Ermida
  • Levada de água - Germil - Sobredo
  • Mata do Cabril (área de Ambiente Natural - acesso condicionado)

6º Vilar da Veiga, Ermida, Pedra Bela, Gerês

7º Rio Caldo, Campo do Gerês, Bouça da Mó, Junceda, Gerês

Principais pontos de interesse:

  • Miradouro da Pedra Bela
  • Vidoeiro (aluguer de cavalos)
  • Termas do Gerês
  • Vista do vale de Vilarinho das Furnas
  • Passeio pedestre na Geira Romana
  • Matas da Bouça da Mó e Albergaria (reserva biogenética - acesso condicionado)
  • Miradouro da Junceda
  • Calcedónia (muralhas do antigo Castro romanizado)

8º Salamonde, Fafião, Pincães, Cabril, Ferral, Paradela, Outeiro, Paredes do Rio, Covelães, Pitões das Júnias, Tourém

9º Salamonde, Cambedo, Paradela, Covelães, Pitões das Júnias, Tourém

Principais pontos de interesse:

  • Fojo do lobo e aldeia de Fafião
  • Pedra de água e aldeia de Pincães
  • Pisão de Paredes do Rio e sistema de irrigação dos campos (prados de lima)
  • Aldeia de Pitões das Júnias
  • Mosteiro de Santa Maria das Júnias (séc. XI-XII)
  • Mamoas do planalto da Mourela
  • Forno comunitário e arquitectura rural em Tourém

Aqui fica apontado no meu diário, talvez lá para o Outono consiga finalmente ir ao Parque Natural da Peneda-Gerês.

 

Boas Curvas!

 


Write a comment

Comments: 3
  • #1

    Gui_Leite (Wednesday, 30 June 2010 14:55)

    Quero te dar os parabéns por esta página, gostei muito de navegar por cá. Continua.

  • #2

    Francisco Malta (Saturday, 10 July 2010 23:04)

    Zona espetacular cheia de encantos, ideal para longos passeios a pé. Não pode perder a oportunidade de visitar esta zona, das mais belas de portugal.

  • #3

    Miguel BRANDAO (Friday, 07 December 2012 13:36)

    Já fui a muitos destes pontos LINDÍSSIMOS mas de carro:( aguardo oportunidade para o fazer Mota. Aconselho vivamente

Pesquisa:

 

by Fusionbot | Mapa do Site

www.AutoPECAS-ONline.pt

Wed

15

Feb

2017

Como escolher o bom tipo de pneu de moto?

Existem cada vez mais categorias, gamas e tratamentos de pneus de moto. Não é fácil escolher o melhor tipo de pneu de entre tantos modelos e escolhas possíveis.

Read More

Thu

02

Feb

2017

Equipamento para andar à chuva

Andar confortável é o primeiro passo para uma condução segura...

Read More

Wed

04

Jan

2017

Stories of Bikes - A tua mota, a tua historia

Um pequeno filme que transmite o prazer de conduzir uma mota!

Read More
A história do Mototurismo

Grupo de Amigos Pan-European

Turismo-de-moto, turismo, mototurismo, iajar-de-moto, viagens, viajante
Procure-nos no facebook

© Desenvolvido por Magnasubstância

As imagens deste site não podem ser utilizadas sem autorização prévia. Proteção de dados.