De Santarem a Golega

Esta e a segunda parte do passeio "Santarém e mais vilas ribatejanas"

Golegã, Ribatejo, Portugal

Obs: Siga esta crónica deste o início, clicando aqui.

Dou pelas horas porque o calor aperta. O fresco da manhã desapareceu, agora só restam 32º abafados. Olho para o relógio e já passa das 12h. É altura de avançar, seguir viagem calmamente até à próxima paragem, Golegã. Mas agora é que vale a pena demorar-me na própria viagem, um percurso entre uma paisagem ribatejana cheia de encantos. Mal saio de Santarém, fujo da estrada larga, e num piscar de olhos encontro-me num carreiro onde só vejo ciclistas. Não é novidade, pois já cá passei uma vez. Ou antes, passei ao lado, porque ficou-me registado na memória "aquele caminho escondido" pelo meio do mato, quase paralelo à pequena nacional alcatroada.

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

p
u
b

Por ali me meti, e ainda bem! São nestes trajetos em que me vejo obrigado a seguir a velocidade reduzida, que consigo "apanhar" momentos fotográficos especiais. E porque, por estrada, não me deparo com um belos cavalos soltos na pastagem, um deles mesmo curioso e atento à minha presença.

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

Mas afinal o caminho não é longo. Depressa desaguo na N365, e é mesmo por ali que sigo viagem. De um lado e de outro a típica paisagem agricola ribatejana, interrompida a tempos por vegetação verde, a criar sombra para a estrada...

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

A primeira aldeia com que me deparo é Vale de Figueira, uma tipíca aldeia pintada de branco. A esta hora de calor, poucos são aqueles que vejo na rua. Páro para me refrescar à frente da igreja, mas não me demoro. Neste momento, a estrada tem toda a minha atenção, por ser tão agradavel!

 

Vale de Figueira, Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Vale de Figueira, Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Vale de Figueira, Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Vale de Figueira, Golegã, Ribatejo, Portugal

p
u
b

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã

E finalmente chego à Golegã, a pequena vila ribatejana conhecida principamente pela "Feira Nacional do Cavalo da Golegã", festa de dias que elevou a vila à designação oficial de "Capital do Cavalo"! Aqui reúnem-se os melhores criadores de cavalos nacionais, rodeados por muita tradição touromática e histórica portuguesa. Podemos ver aqui os verdadeiros puro-sangue lusitanos.

 

Mas chego à Golegã com muito calor, e deixo-me ficar na praça central a refrescar-me, enquanto poucas pessoas se sentam na sombra da esplanada. Na igreja, decorre a missa de portas abertas, e cá fora quase que somos convidados a dizer "amen". O calor cai como uma manta, 33 graus abafados tentam cansar-me.

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

Com uma garrafa de água gelada na mão, passeio pela zona rodeando a praça central. Reparo com gosto que tudo está arranjado, organizado. A vila está bonita, florida, com pormenores que demonstram um cuidado especial com a arquitetura e paisagem. É um prazer andar por ali sossegadamente...

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

p
u
b

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

Soube bem esticar as pernas e refrescar-me, por isso estava na hora de seguir viagem. O objectivo seguinte era o Castelo de Almourol, e a rota prevista levava-me por um caminho perdido, na direção da Quinta da Cardiga, em que tinha alguma esperança de poder visitar. Despeço-me da Golegã e sigo caminho debaixo de um calor abrasador...

 

Golegã, Ribatejo, Portugal

 

Continua aqui: Tancos e o Castelo de Almourol

 

Boas curvas!

 


Write a comment

Comments: 2
  • #1

    Ricardo Girão (Tuesday, 05 June 2012 11:08)

    Ahaha... coincidência.. Eu acho que o vi na Golegã..

    Comprei eu uma scooter 125cc, o meu 1º veículo motorizado de 2 rodas, para ir para o trabalho e dar umas voltinhas mais a Maria. Ainda marca 550 km e já tenho no pensamento tirar a carta de mota e comprar uma de turismo. Primeiro estranha-se depois entranha-se. Há muito que não pego no carro!

    A curiosidade levou-me ao google e o primeiro link mandou-me para aqui. Um trajecto de mota entre a aldeia dos Pais e a terra onde vivo, a Golegã.

    Espero que faças bons quilómetros com essa menina.

  • #2

    PTex (Tuesday, 05 June 2012 16:06)

    Caro Ricardo, fico contente por ter cá vindo e perceber que que me viu na altura na sua cidade! Realmente o nosso país é pequenino, mas transborda de beleza! Portanto avance com a carta e dê o salto para uma turística, vai ver que não se arrepende.

    Continuação de boas curvas, e saudações de Lisboa!

Pesquisa:

 

by Fusionbot | Mapa do Site

www.AutoPECAS-ONline.pt

Wed

15

Feb

2017

Como escolher o bom tipo de pneu de moto?

Existem cada vez mais categorias, gamas e tratamentos de pneus de moto. Não é fácil escolher o melhor tipo de pneu de entre tantos modelos e escolhas possíveis.

Read More

Thu

02

Feb

2017

Equipamento para andar à chuva

Andar confortável é o primeiro passo para uma condução segura...

Read More

Wed

04

Jan

2017

Stories of Bikes - A tua mota, a tua historia

Um pequeno filme que transmite o prazer de conduzir uma mota!

Read More
A história do Mototurismo

Grupo de Amigos Pan-European

Turismo-de-moto, turismo, mototurismo, iajar-de-moto, viagens, viajante
Procure-nos no facebook

© Desenvolvido por Magnasubstância

As imagens deste site não podem ser utilizadas sem autorização prévia. Proteção de dados.