Tancos e o Castelo de Almourol

Vindo da Golegã, sigo viagem pelas margens do rio Tejo...

Castelo de Almourol

Obs: Siga esta crónica deste o início, clicando aqui.

A estrada que me traz da Golegã (ver aqui) está debaixo de um forte calor. Agora sim, uma brisa fresca seria bem vinda, mas o ar que corre é cada vez mais quente. No entanto a paisagem, a estrada e a zona onde estou, compensam bem os 34º à sombra. Não tenho pressa em chegar ao destino, e não tarda, chego à Quinta da Cardiga com esperanças de a poder visitar.

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

p
u
b

A Quinta da Cardiga foi doada em 1169 à Ordem dos Templários por D. Afonso Henriques, para o aproveitamento agricola, mas quando esta foi extinta, o domínio passou para os Freires de Cristo, sendo sucessivamente doado a várias ordens até ao século XIX quando foi comprada por diversos agricultores. A Quinta da Cardiga é hoje uma das mais notáveis propriedades do País. Claro que tinha muita curiosidade em a visitar, mas infelizmente não se vê viva alma, e tudo está fechado. Nada a fazer a não ser seguir caminho... e que caminho!

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

Este leva-me até Centro Náutico da Vila Nova da Barquinha, um empreendimento paisagístico virado ao rio, que ganhou o prémio Nacional de Arquitectura Paisagística em 2007.

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

Está muito calor, e opto por continuar caminho sem me alongar demasiado. Este espaço virado ao Rio é no fundo um largo jardim com infraestruturas para servir as pessoas, como café com esplanada, restaurante, cais, e um grande parque de merendas debaixo de árvores que projectam sombras frescas providenciais. Existem largos espaços relvados e carreiros para passeatas. Aqui subo à Nacional 3 (N3), em direção a Tancos, chegando lá poucos minutos depois.

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

p
u
b

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

Só estive uma vez em Tancos, não em passeio mas sim para prestar provas para os pára-quedistas, já lá vão 22 anos! É que Tancos é conhecida pela importância da sua actividade militar, e aqui encontram-se instaladas várias unidades militares notáveis, nomeadamente a Escola Prática de Engenharia, o Aeródromo Militar de Tancos e a Escola de Tropas Pára-Quedistas. Hoje em dia, é considerada uma vila muito florida, e reparo que está tudo muito arranjado e limpa.

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

Ali estive uma meia hora, a apreciar o rio e a sentir o fresco da pedra branca e da relva. A calma e o sossego são tanto, que apetece mesmo é deitar à sombra e dormir ali uma sesta enquanto o calor aperta. Mas não pode ser, porque mais à frente está o famoso Castelo de Almourol, também um grande pretexto para esta minha viagem!

p
u
b

Portanto, sem perder mais tempo faço os pouco quilometros que me ligam a Almourol, por uma estrada com piso fantástico. Desço na direção ao Rio por uma rua sem saída e à minha frente deparo-me com as ruínas do Castelo, empoleirado num maciço rochoso a meio do Tejo, rodeado por um nível (demasiado) baixo de água... tão baixo, que com alguma coragem e equilibrio seria perfeitamente possivel alcançar as suas muralhas a pé.

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

Ali mesmo recupero as forças num pequeno almoço alancharado. A espaços, chegam turistas e visitantes solitários, que passeiam pelo local a tirar fotografias de todos os angulos. O cais dos barcos, única ligação possivel ao castelo está encerrado. Penso que deve estar fechado para almoço, e que em breve voltarão os barcos a cruzar o curto braço de água entre terra e castelo. Embora, com alguma perícia fosse possível saltar pedra em pedra até à ilha, a verdade é que esta está cercada por uma fita a isolar a área, e uma única placa impõe a regra: Para se visitar o Castelo tem que se atravessar de barco.

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

 

Tancos e o Castelo de Almourol, Ribatejo, Portugal

Por ali fico, e dou mais uma vista de olhos ao mapa. Quero visitar de seguida uma vila isolada e fora das rotas normais de viagem. Chama-se Constância, e só uma estrada a sul a liga à margem. É que Constância é uma peninsula situada precisamente no vértice onde o Rio Zézere e o Rio Tejo se encontram, por vezes de forma violenta. Ou seja, parece uma ilha entre braços de água, e quem vem do sul apenas encontra uma ponte para lá entrar...

 

Continua aqui: A vila de Constância

 

Boas curvas!

 


Write a comment

Comments: 4
  • #1

    Kanonan man (Wednesday, 16 May 2012 21:14)

    Costumo lá ir a tempos beber uma bela de uma fresquinha com a companheira! É bem melhor do que ir ao cabo da roca!

  • #2

    Simancas (Friday, 18 May 2012 10:51)

    Já tentei visitar a quinta da cardiga umas 2 ou 3 vezes, mas dou sempre com o nariz da porta. Apesar de já não estar em funcionamento ainda tem dono e ainda por lá andam umas pessoas. Por conseguinte não creio que seja possível entrar sem autorização... o problema é encontrar quem nos bra a porta! Parabens pelo teu blog!

  • #3

    Costa (Friday, 06 July 2012 18:13)

    Muito bom! Realmente temos locais em portugal que são esptaculares! Já não vou a Almorol à mais de 20 anos!

  • #4

    J.Costa (Sunday, 08 July 2012 15:56)

    é verdade é uma zona muito bonita estive lá 3 anos como militar paraquedista conheço lá lugares expectaculares que só a pé se passa bom blog parabens

Pesquisa:

 

by Fusionbot | Mapa do Site

www.AutoPECAS-ONline.pt

Wed

15

Feb

2017

Como escolher o bom tipo de pneu de moto?

Existem cada vez mais categorias, gamas e tratamentos de pneus de moto. Não é fácil escolher o melhor tipo de pneu de entre tantos modelos e escolhas possíveis.

Read More

Thu

02

Feb

2017

Equipamento para andar à chuva

Andar confortável é o primeiro passo para uma condução segura...

Read More

Wed

04

Jan

2017

Stories of Bikes - A tua mota, a tua historia

Um pequeno filme que transmite o prazer de conduzir uma mota!

Read More
A história do Mototurismo

Grupo de Amigos Pan-European

Turismo-de-moto, turismo, mototurismo, iajar-de-moto, viagens, viajante
Procure-nos no facebook

© Desenvolvido por Magnasubstância

As imagens deste site não podem ser utilizadas sem autorização prévia. Proteção de dados.