Castelo de Palmela

Bem no alto da colina com vistas deslumbrantes, ergue-se este maravilhoso Castelo...

Castelo de Palmela

Um dos moderadores do Grupo de Amigos Pan-European (GAPE), decidiu reunir uns amigos e levar-nos a visitar o Castelo de Palmela, a curtos quilómetros de Lisboa. Perfeito para um passeio matinal de Domingo, lá se reuniram 12 motos e outras tantas pessoas para um passeio agradável no distrito de Setúbal.

p
u
b

O primeiro impacto ao chegar ao Castelo, é a sua imponência ao topo da colina.

O Castelo foi construído a 238 metros de altitude, numa posição geográfica que permite permite uma visualização estratégica de 180º sobre o estuário do sadino, da vertente da cordilheira da Arrábida e das vastas planícies envolventes que a separam do Tejo – o que, noutros tempos, se revestia da maior importância pelas ligações e possibilidades de comunicação que se estabeleciam com os castelos circundantes das linhas do Tejo e do Sado.

 

 

 

 

 

p
u
b

Embrenho-me no seu interior e fico logo fascinado com a paisagem à minha frente! Perco ali uns bons minutos a admirar o horizonte, e é fácil perceber a importância que este castelo tinha para as defesas do estuário.


Vou seguindo para o interior das muralhas do Castelo, e aos poucos percebo a importância arqueológica e história deste monumento, que alberga a Pousada Histórica de Palmela (situada no antigo convento), a Igreja de Santiago e as ruínas da Igreja de Sta. Maria. Integrado no Museu Municipal encontram-se vários espaços de arqueologia, um espaço de transmissões militares e a reserva visitável de escultura de São Tiago.

 

 

 

 

Em 1979 foi inaugurada a belíssima Pousada de Palmela, integrada no antigo convento construído no Castelo. Não existe muita informação sobre a origem de Palmela antes da conquista de Lisboa por D. Afonso Henriques mas nos "Lusíadas" é homenageado o feito de D. Afonso Henriques que, acompanhado por apenas 60 cavaleiros, reapoderou-se do Castelo de Palmela.

É evidente nos seus traços e arquitetura, que o Castelo de Palmela tem origem árabe. Embora os achados arqueologicos apontam para uma ocupação humana desde o neolítico, pensa-se que a primeira fortificação terá sido edificada do século IX, depois da conquista da região aos visigodos por D. Afonso Henriques, em 1147.


Depois de um periodo conturbado, onde voltaria a cair na mão dos muçulmanos, só em 1190 é que passou definitivamente para a posse portuguesa. D. Sancho I doou-a à Ordem de Santiago, que fizeram de Palmela a sede da Ordem.

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqui sentimo-nos parte da história, e passamos umas horas agradáveis. Vale bem a pena levantar cedo num domingo de calor, e pela frescura matinal fazer-nos à estrada na direção à Serra da Arrábida, e finalmente Palmela. Vale a pena o passeio e a visita!


Boas curvas!


p
u
b

Write a comment

Comments: 0

Pesquisa:

 

by Fusionbot | Mapa do Site

www.AutoPECAS-ONline.pt

Fri

13

Oct

2017

O que representas para eles é a liberdade

Diz a personagem de Nicholson à de Hopper, em Easy Rider. Não, não é do meu tempo (embora 69 também tenha sido um ano de boa colheita), mas é intemporal. Esta é a frase que define o filme.

Read More 0 Comments

Wed

15

Feb

2017

Como escolher o bom tipo de pneu de moto?

Existem cada vez mais categorias, gamas e tratamentos de pneus de moto. Não é fácil escolher o melhor tipo de pneu de entre tantos modelos e escolhas possíveis.

Read More

Thu

02

Feb

2017

Equipamento para andar à chuva

Andar confortável é o primeiro passo para uma condução segura...

Read More
A história do Mototurismo

Grupo de Amigos Pan-European

Turismo-de-moto, turismo, mototurismo, iajar-de-moto, viagens, viajante
Procure-nos no facebook

© Desenvolvido por Magnasubstância

As imagens deste site não podem ser utilizadas sem autorização prévia. Proteção de dados.